UERJ

Administração Municipal de Precisão (AMP) - 2017

» Ficha de inscrição   |   » Objetivo   |   » Público alvo   |   » Dias da semana   |   » Local   |   » Programa   |   » Coordenação   |   » Valor   |   » Informação Completa
Objetivo

Dá-se início, em 2017, a mais um quadriênio de gestão municipal. E como sempre acontece, os munícipes realimentarão a esperança de que os novos ou reconduzidos gestores façam da eficácia e da transparência vetores de uma moderna administração pública, ágil e sintonizada com os anseios da população, adotando um modelo de gestão há tanto preconizado, mas pouco vivenciado.

Tais expectativas aos poucos vão tomando forma, pois sinais de modernização são hoje visíveis; e no vislumbre da adoção de condições estruturantes para se alcançar esse novo paradigma na gestão pública, destaca-se, inegavelmente, o despertar das administrações municipais para o uso de um poderoso ferramental: as geotecnologias.

Este fato é corroborado pelos gerentes das empresas especializadas em soluções na área das geotecnologias, ao destacarem que, ao longo dos últimos anos, seu principal cliente tem sido o setor público. E é natural que assim seja em função do notável aumento de demanda por qualificação dos estudos estratégicos e das ações operacionais em temáticas tão diversas e essenciais como planejamento urbano; estruturas de serviços de saúde, segurança e educação; mobilidade urbana; suprimento de energia; monitoramento ambiental, apenas para citar algumas, o que impõe o uso cada vez mais disseminado e refinado dessas tecnologias.

O grande desafio que se estabelece é o de não somente dotar-se as mais de 5.500 Prefeituras de capacidade infraestrutural e intelectual para o uso intensivo das geotecnologias, mas o de promover-se, quase que simultaneamente, o necessário upgrade na forma de utilização dessas ferramentas, passando-se do estágio de simples organização e visualização dos dados de interesse dos gestores municipais, para o nível de incorporação do entendimento da dinâmica espacial na prática da tomada de decisões, instrumentalizando assim esses gestores para uma acurada definição de ações táticas e estratégicas a serem adotadas, no viés da maximização da eficácia na aplicação dos recursos públicos.

A ideia do desenvolvimento do tema Administração Municipal de Precisão assenta-se na expectativa de que o citado despertar para as geotecnologias não se esgote na obtenção dos seus produtos mais elementares, mas sinalize para o início de uma firme caminhada em direção a uma administração pública, ágil e sintonizada com os anseios da população, adotando um modelo de gestão há tanto preconizado, e possível de ser vivenciado.

Conheça a programação exclusiva presencial e a distância (online) de nosso evento de 2017.